Quem é empreendedor precisa estar o tempo todo atento para aproveitar as oportunidades de mercado. Se um dos seus desafios é fazer sua empresa crescer em 2018, confira este artigo exclusivo repleto de dicas!

 

Traçar metas é uma tarefa relativamente simples, agora e como alcançá-las? Apenas com um bom planejamento os resultados aparecerão, além do foco e da persistência em continuar no caminho.

Para ter sucesso e fazer sua empresa crescer em 2018 será necessário mudar muitos processos que não deram certos no ano anterior e aperfeiçoar os que mostraram resultados.

Para ajudar você separamos algumas dicas. Veja!

  1. Análise do histórico do negócio

Antes de pensar na estratégia do seu negócio, é muito importante verificar tudo de negativo e positivo que influenciou nos resultados da empresa. Com estes dados em mãos você consegue formular uma estratégia com melhorias do que não estava bom, mantendo e atualizando tudo que deu muito certo.

  1. Avalie como você está no mercado

Antes de montar a sua estratégia para o próximo ano, é preciso avaliar o tamanho de sua marca no mercado. O valor não é medido apenas pelos números atuais, mas também por projeções de futuro e crescimento. Com esta resposta você já poderá pensar nas estratégias a longo e médio prazo. Trabalhe para conseguir mais eficiência que os concorrentes com um custo de produção menor, assim irá superá-los.

  1. Estratégias

Trabalhar com boas estratégias relacionadas aos clientes será uma boa forma de fazer sua empresa crescer em 2018. Pense nos pontos de vendas, carteira de clientes, aquisições ou fusões. Todas estas estratégias e muitas outras favorecem o crescimento de qualquer negócio.

  1. Acabar com as dívidas

A primeira coisa para fazer sua empresa crescer em 2018, é acabar com todas ou a maioria de suas dívidas. Liste todos os valores, credores, datas de vencimento e juros de cada uma.

Priorize as dívidas com a maior taxa de juros e comece por elas os pagamentos.

  1. Orçamento anual

Depois de organizar suas dívidas, será necessário fazer um orçamento planejando o ano inteiro.

Vejo todos os seus gastos, com pessoal, produtos, mão de obra, impostos, e todos os gastos possíveis que você precisa ter para manter seu negócio ativo. Divida estes gastos mês a mês e separe um valor para possíveis gastos extras e imprevistos.

  1. Planejamento tributário e enquadramento do negócio

É preciso entender como é a sua estrutura e em qual ela se enquadra melhor para evitar gastos extras.

Em janeiro ainda pode ser feito o enquadramento, escolhendo entre o Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.

Claro que o planejamento tributário vai muito além de escolher o enquadramento, mas isso fará muita diferença no seu bolso.

Os tributos podem chegar a quase 1/3 de toda a sua receita bruta, então diminuir as incidências e mudar a forma como é apurado acarretará em uma melhora significativa para o seu negócio.

  1. Utilize mais a tecnologia a seu favor

Existem muitos programas que podem facilitar a sua vida. Softwares de orçamentos, folha de pagamento, controle de jornada de trabalho, atendimento ao cliente, gestão de marketing, pré-vendas e aplicativos para celulares.

Todas estas tecnologias vieram para facilitar o trabalho, diminuir os erros e riscos que seu negócio corre ao longo do ano.

  1. Seja diferente no mercado

Procure uma forma de se diferenciar da concorrência. Mesmo que seja o mesmo nicho e o mesmo produto, você precisa encontrar uma vantagem para o seu cliente escolher você e não a concorrência. Ou até mesmo algo a mais, ou algum produto novo no mercado deste nicho para surpreender a todos.

  1. Melhore os processos do negócio

Este item tem como objetivo reduzir custos ou desperdício de material e esforços para executar alguma função.

Você irá acabar com tudo que não é preciso no seu negócio e focará apenas no objetivo de crescimento. O tempo desperdiçado será apenas para corrigir os erros do ano anterior.

  1. Consulte seus clientes

Um bom relacionamento com o cliente faz toda a diferença na hora de desenvolver um negócio, afinal eles que irão levar o dinheiro para dentro da sua empresa.

Crie canais onde seus clientes possam se comunicar com você, mesmo que sejam opiniões negativas, elas servirão para você evoluir o negócio e aplicar as correções necessárias.

  1. Trabalhar em cima da satisfação do cliente

Como é o cliente que proporciona o lucro para qualquer negócio, seu objetivo deverá sempre atender da melhor maneira possível, desde o primeiro contato até a pós venda.

Lembre-se, quando um cliente fica satisfeito, ele sempre voltará e poderá voltar trazendo mais clientes para você. Busque entender suas necessidades e problemas, com certeza você estará na frente da concorrência.

  1. Volume de vendas

Para ter lucros está é uma prática comum que deve ser feita. Algumas empresas chegam a colocar quase 300% na margem de lucro de seu serviço e produto, porém o aconselhável para crescimento é trabalhar com um grande volume de vendas e uma porcentagem menor.

  1. Promova um ambiente de inovação

Com a constante mudança no mercado, quem promove a inovação terá grandes chances de descobrir uma mina de ouro.

Será preciso trabalhar no presente prevendo as ações que serão tendências no futuro, promova este ambiente entre seus colaboradores, pois além de serem lucrativos para você eles estarão sendo valorizados.

 

  1. Valorizar os colaboradores

Identifique os talentos de cada um e valorize-os. Não esqueça que eles são fundamentais para o sucesso do seu negócio e que sem eles nada funciona.

Colaboradores motivados e valorizados tendem a render e entregar muito mais no ambiente de trabalho. Dependerá apenas de você conseguir fazer está gestão em sua empresa.

  1. Recursos Humanos

Peças fundamentais em qualquer empresa, politicas de recursos humanos devem ser claras no ambiente de trabalho. Tanto na questão trabalhista como também do desenvolvimento do pessoal.

Procure sempre manter os seus colaboradores em desenvolvimento, aposte em treinamentos e workshops, e sempre que contratar um novo colaborador faça uma integração com ele e a equipe. O custo de reposição é muito maior do que o custo de alguns benefícios que você pode proporcionar a seus colaboradores.

Algumas mudanças e um planejamento anual farão sua empresa crescer em 2018. Siga estas dicas que você conseguirá alcançar o seu objetivo e conseguirá uma saúde financeira mais solida para seu negócio.