Entrar ao vivo é uma garantia de qualidade às suas personas, mas nem todos sabem como fazer uma live. Confira cinco dicas para começar com tudo.

 Existe toda uma aura no ato de entrar ao vivo em uma transmissão, de pequeno porte ou de grande repercussão, não importa, o simples fato de estar ali, na hora e no momento, trazem uma boa dose de credibilidade, principalmente se você é o organizadorâncoradesenvolvedor e muitos dos personagens envolvidos na ação ao mesmo tempo, e ela sai redondinha.

Os vídeos, por si só, já trazem essa condição de passagem de nível, transmitem a ideia de boa estrutura à empresa ou autônomo que divulgam esses audiovisuais. Uma entrada ao vivo, nas redes sociais, em algum hotspot ou no site oficial, eleva ainda mais essa impressão, isso porque, apesar da facilidade que encontramos atualmente, todos sabem que qualquer link exige uma boa preparação.

Não podemos, de forma alguma, fazer com que o tiro caia na água, ou pior, ricocheteie e volte contra nós. Assim como uma live bem feita converte uma boa quantidade de visitantes em clientes, torna-os engajados, uma sequências de insucessos pode acabar com a moral de seu empreendimento.

Listaremos cinco tópicos para que sua live saia nos conformes, do jeito que você imaginava, e você só precise se preocupar em colher os frutos que aparecerão e planejar os próximos passos para o seu empreendimento.

 

Roteiro da cabeça para o papel

Improvisação é coisa para profissionais, meu amigo, não caia na ideia de ligar a câmera e “ver o que acontece”, isso pode dar problema, deixar a live sem pé nem cabeça. Um roteiro é importante até para aqueles que se sentem completamente confortáveis em frente a câmera e dominam o assunto. É o passo a passo do que será feito, conversado, debatido, apresentado, tudo passado a limpo.

Se estamos planejando uma apresentação, um webinar, vídeoaulas, é sempre bem aconselhável ensaiar um pouco as falas, passagens, transições, tudo o que entrará no script.

Com o plano completo no papel, podemos visualizar o que será feito, o conteúdo transmitido, facilitando o processo de criação contínuo que devemos manter, com ideias de estratégias para os próximos passos, seja na criação de materiais para serem comercializados, ou no desenvolvimento de novas ações para o marketing de conteúdo.

 

Equipamentos ajeitados

Grandes, médias ou pequenas transmissões exigem capricho e zelo na hora de arrumar tudo o que você precisa para cumprir com a missão. Antes de mais nada, descubra se, no ponto em que você realizará a live, a internet tem boas taxas de upload. Se for em casa, provavelmente você já está familiarizado com o desempenho. É possível realizar o teste em sites específicos para isso, fácil, fácil.

Quanto ao equipamento, devemos identificar qual é o tipo de ao vivo que estamos planejando. Para lives maiores, com bastante repercussão, que podem ser transmitidas no Youtube ou melhor ainda, em um hotspot em seu portal oficial, precisaremos de uma câmera que filme em alta definição (mais do que uma é o ideal, na verdade), uma placa de captura, microfones, mesa de corte, de som…

É importante lembrar que toda essa estrutura não é barata, ou seja, deve ser utilizada por aqueles que têm assuntos maiores para transmitir, jogos, eventos, palestras em auditórios grandes. Pense: Não vale a pena gastar mais do que R$10 mil para um contato ao vivo com cerca de 100 pessoas, vale?

Transmissões para divulgação de e-commerce, para atrair leads, curtidas e visualizações podem ser feitas de forma mais econômica, o que não quer dizer que não precisamos caprichar na estrutura. Uma câmera DSLR é uma ótima parceira, nem precisa ser das mais avançadas, assim como uma lente clara. Um microfone e um tripé e pronto, temos mais de meio caminho andado.

Como sabemos, podemos partir para o “ao vivo” do próprio celular ou computador, nesses casos, é bom ficar ciente que a qualidade não será a mesma, o que decidirá a possibilidade ou não de contar com a estrutura mais básico é o motivo que você quer apresentar em sua live.

 

Preparação do terreno

A parte técnica, sempre mais difícil, já passou, mas você deve continuar se preparando para a live. Na verdade, chegou a hora de prospectar audiência (quanto antes, melhor).

Não economize na divulgação da transmissão, ataque em todas as frentes, todos os canais, dias e momentos antes da apresentação. A descrição do evento também deve ser impecável, não pode deixar dúvidas sobre o que está para acontecer, mas sem exageros, é importe respeitar os padrões e “bons modos” do canal que está utilizando. Textões em Facebook e Instagram , como sabemos, não ficam legal.

 

Durante  a transmissão

Considerando as transmissões mais simples, devemos lembrar que haverá interação dos espectadores com você, e isso é um ótimo sinal. Não esqueça deles, de forma alguma e, sempre que possível, responda perguntas, cite alguns dos participantes, agradeça a presença, protocolos do tipo.

Assim como em transmissões de televisão, é sempre bom retomar informações básicasessenciais. Sabem quando estamos assistindo algum evento em grupo e algum amigo sempre solta aquela:

“Ih, o narrador está louco, terceira vez que ele repete isso”. Não está louco, é apenas a função dele, já que a audiência das transmissões é rotativas e nem todo mundo que chegou sabe de tudo o que se passa.

 

Nível -Fox- fica para depois

A ideia deve ser sempre fazer o seu melhor, testar tudo antes, estudar o roteiro, configurar os equipamentos, mas temos que lembrar que erros podem acontecer, como acontecem em grandes emissoras, humanos ou por parte das máquinas.

Experiência e um bom número de tentativas formam a prática e, consequentemente, a habilidade e naturalidade para fazer algo, assim também funciona com as transmissões. Talvez você não fique completamente satisfeito com a primeira live, mas depois da décima, dará todo o valor que ela merece, por ter sido o passo inicial.

 

Conte com a BiFilmes para criar sua transmissão ao vivo!

Ficou interessando em desenvolver sua transmissão ao vivo de forma profissional e sem gerar dores de cabeça durante o evento? Como grande parte das empresas não possuem todos os equipamentos para realizarem uma transmissão ao vivo de qualidade, a solução é contratar uma empresa experiente.

Aqui na BiFilmes você conta com uma equipe completa para ajudar na criação do seu roteiro, fazer as gravações, edições, tudo para tornar o seu vídeo um bom produto de marketing.

É importante ressaltar que, para que uma transmissão online seja de qualidade, você deve planejar e conversar com uma empresa especializada no ramo, e que possa desenvolver todo o projeto em conjunto.

Equipamentos profissionais são essenciais para garantir que a  transmissão online do seu evento seja um sucesso e possa de fato fazer a diferença.

Contamos com uma equipe capacitada, criativa e experiente no mercado audiovisual para atender você e criar um material de sucesso.

Saiba que estamos de prontidão para ajudar sua empresa a crescer com imagens de qualidade. Solicite agora um orçamento!

Entre em contato agora: +55 (11) 4506.3106 ou pelo e-mail: contato@bifilmes.com.br.

Viu, como pode ser fácil fazer sua transmissão ao vivo com uma excelente equipe e equipamentos de qualidade? Conte com a BiFilmes!