Lives são ferramentas de interação com o público que são cada vez mais usadas por marcas no mundo inteiro. Neste artigo, selecionamos cinco pontos para conhecer mais sobre a transmissão ao vivo e incorporá-la na estratégia de marketing da sua marca.

 

Antes de mostrarmos como usar a transmissão ao vivo como ferramenta de branding, é importante saber, afinal, o que é branding e posicionamento e como estes conceitos são fundamentais para a sua marca.

 

O que é branding?

Quando pensamos em branding, pensamos em gestão de marca. Mas não é qualquer tipo de gestão. É uma gestão estratégica que tem como objetivo a visibilidade positiva e duradoura junto aos consumidores.

Esta estratégia pretende que o consumidor estabeleça com a marca uma relação de confiança e duradoura. A marca desenvolve ações com o objetivo de reforçar, na “mente” dos consumidores a identidade da marca.

Para isso, uma imagem visual forte e que transmita, de forma clara e coesa, os valores de determinada marca, é necessário.

Para desenvolver uma adequada e eficiente estratégia de branding como ferramenta é preciso, também, ter bem definido o posicionamento da marca. Mas o que poderemos entender por posicionamento?

Para começar a pensar sobre o posicionamento da sua marca, é necessário clarificar:

  • Objetivos
  • Real valor do produto/serviço

Com estes dois pontos definidos, sua marca poderá perceber (e ocupar) o seu espaço no mercado sinalizando a forma como quer ser percebida pelos consumidores.

O posicionamento e o branding são estratégias que a marca deverá usar para relacionar-se com seus consumidores.

Quando falamos de transmissão ao vivo, o que está em causa é relacionamento. A transmissão ao vivo é uma ferramenta de marketing digital.

Ou seja, uma estratégia de divulgação de uma marca usando as formas digitais que melhor se adaptem e representem o posicionamento da sua marca. E este é o primeiro ponto que você precisa saber:

 

  1. Transmissão ao vivo humaniza

É o mesmo que dizer que a transmissão ao vivo aproxima a marca do consumidor de uma maneira muito pessoal.

Com o avanço das tecnologias, a capacidade de personalização de bens e serviços feitos sob medida das necessidades e desejos dos consumidores aumentou e muito.

Mais do que uma comunicação massificada, as marcas, atualmente e recorrendo as novas tecnologias, procuram responder diretamente aos consumidores de maneira personalizada.

 

  1. Canais de transmissão: qual é o mais indicado?

 

As transmissões online ainda podem gerar algumas dúvidas para as marcas. Uma destas dúvidas está relacionada com o melhor canal de transmissão. Antes de responder a esta pergunta, é importante ter em mente o posicionamento da marca:

  • Onde está o seu público?
  • De que maneira a sua marca comunica?
  • Com que frequência?
  • Que meios usa?

As respostas a estas perguntas auxiliam na definição da estratégia da transmissão ao vivo como ferramenta de branding.

A sua marca poderá comunicar com recurso a medias sociais com lives em Facebook, Instagram, YouTube ou usar plataformas profissionais. As plataformas profissionais estarão melhor capacitadas para entregar aos consumidores filmagens mais profissionais.

O mercado já compreendeu esta nova forma de comunicação entre marcas e consumidores e produtoras como a Bi Filmes estão capacitadas para desenvolver projetos de transmissão ao vivo com qualidade.

O que não quer dizer que as lives em plataformas como YouTube, Instagram e Facebook não sejam bem recebidas por seus consumidores. Em ambas plataformas, é fundamental a qualidade: vídeos mal feitos descredibilizam as marcas.

 

 

  1. Crie conteúdo relevante (e diversifique)

 

Conteúdo relevante é uma das peças fundamentais de um marketing digital de qualidade.

Se pensarmos que a rede é “alimentada” por conteúdo (texto; imagem; vídeo), é fácil compreender, por um lado, a importância de conteúdo atualizado, e por outro a necessidade de diversificação.

A transmissão ao vivo de conteúdos é uma ferramenta poderosa de comunicação (e fidelização) de consumidores e que pode (e deve) ser explorada no que oferece de tendência e inovação. Por isso, a sua marca poderá comunicar com o recurso a várias estratégias e produtos digitais

  • Webinars
  • Making off
  • Perguntas e respostas
  • Entrevistas

 

Este tipo de estratégias tem um duplo objetivo: entregar conhecimento e criar uma relação de proximidade entre a sua marca e o seu público. Por exemplo, no caso de uma live com perguntas e respostas, sua marca abrirá espaço para o esclarecimento de dúvidas (e sugestões) sobre um serviço ou um produto determinado – conhecendo, melhor (e mais de perto) o público. As entrevistas são também um bom exemplo de como potenciar a live como ferramenta de branding.

Se o objetivo do branding é garantir a visibilidade positiva de determinada marca, o fato de entrevistar alguém relevante para a sua marca, um colaborador, um consumidor ou até mesmo um influencer digital, de acordo com o seu posicionamento, agregará conteúdo relevante a sua marca.

 

  1. Vender ao vivo

 

Aumento da visibilidade da sua marca, repercussão nas mídias sociais com compartilhamentos e likes são algumas das vantagens da transmissão ao vivo. Mas não para por aqui.

Branding e posicionamento são ferramentas de visibilidade positiva, mas também de aumento da capacidade de venda. Mas como a live pode ser alavanca para venda?

A transmissão ao vivo permitirá que a sua marca divulgue e venda em tempo real. Por exemplo, a introdução de um banner que redirecione para o portal de vendas on-line poderá estimular os consumidores a adquirir produtos ou serviços que estão a ser apresentados ao vivo.

Esta estratégia de marketing digital – a transmissão ao vivo – permite uma interação com os consumidores que, para além, de conhecerem melhor o produto ou o serviço em causa, poderão ver, em tempo real, suas dúvidas respondidas.

Promoções exclusivas e descontos são estratégias que poderão ser usadas na transmissão ao vivo.

 

  1. Direitos Autorais

Este é um ponto importante quando falamos de comunicação no universo digital. As transmissões ao vivo deverão ter em conta os direitos autorais de imagens, trilhas sonoras e outros recursos usados. Certifique-se que os elementos que serão utilizados são já de domínio público e se tiver dúvidas recorra a bancos gratuitos.

Lives são poderosas ferramentas de interação com o público. Invista em conteúdos relevante e de qualidade e consulte empresas especializadas como a Bi Filmes pelo número +55 (11) 4506.3106, e-mail: contato@bifilmes.com.br e WhatsApp: (11) 9 841-61413